segunda-feira, 17 de novembro de 2014

1 minuto para convencer você sobre o Javascript





Eu sei que você ainda tem dúvidas sobre a aplicabilidade do Javascript em aplicações comerciais e corporativas. Afinal, quase duas décadas de marketing em torno da plataforma Java, devem ter um efeito forte sobre todas as pessoas. Porém, aqui vão alguns casos para te ajudar a pensar "fora da caixa".



IBM: Caso IBM Passes

"Como demonstrado em nosso caso de teste do IBM Passes, o Node levou a uma redução de 40% no tempo de retorno enquanto nos permitiu dobrar o tráfego atendido com metade dos servidores (em comparação com a implementação de Java). Dessa forma, o Node pôde fornecer as mesmas funcionalidades que o Java e superou o Java em termos de desenvolvimento rápido e melhor utilização de hardware."

PayPall: PayPal muda de Java para JavaScript

"o dobro de requisições por segundo em relação à aplicação Java. Isso é ainda mais interessante, devido aos nossos resultados inicias de performance estarem utilizando apenas um núcleo para a aplicação Node.js, contra cinco da aplicação Java. Temos expectativa que essa essa diferença possa ser ainda maior.
E resultando em um decréscimo de 35% no tempo médio de resposta para a mesma página. Isso resultou em páginas sendo servidas 200ms mais rápido - algo que os usuários certamente perceberão."

Netflix: Going node.js at Netflix

""We're used to working in JavaScript all day long. Having Node just makes it feel like a very natural extension of our work environment," Liu said. In the six months working with Node.js, Netflix has seen "huge gains" in developer productivity"

LinkedIn: Ruby on Rails vs. Node.js at LinkedIn

"LinkedIn evaluated three possible solutions: Rails/Event Machine, Python/Twisted, and Node.js. According to Prasad, Node.js was eventually chosen providing a number of benefits:

Better performance, Node.js being up to 20x faster than Rails for certain scenarios
Using only 3 servers instead of 30, leaving room for a 10x traffic growth
Front-end JavaScript engineers could be used for back-end code, and the two teams were actually merged into one
"


Nenhum comentário:

Postar um comentário