segunda-feira, 29 de abril de 2019

Cuidado com soluções caseiras


#planejamento #gestão #startup
A ênfase no processo produtivo de qualquer empresa é enxuga-lo, utilizando apenas ferramentas, métodos e técnicas que efetivamente agreguem valor ao produto.
Agregar valor pode ser simplificado como: "o quanto você ganha a mais por utilizar certo insumo". Sim, do ponto de vista do Produtor, é isso mesmo. 
Se, ao utilizar certa ferramenta, seu custo de produção cai, ou sua vendas aumentam, então, talvez, a tal ferramenta esteja agregando valor. Para confirmar, é preciso calcular qual seria o custo sem utiliza-la ou qual seria a quantidade de vendas, depois, precisamos calcular o quanto gastamos para utiliza-la ou mante-la. Se o que ganhamos com seu uso for maior do que o que gastamos com ela, então, seu uso agrega valor ao ciclo produtivo.
Fui contatado por uma empresa que havia desenvolvido um framework próprio gerador de apps Angular. Segundo o responsável, ele economizava entre 30 e 40% do tempo e do custo de desenvolvimento de aplicações para seus clientes. O problema é que, devido às constantes mudanças no Angular, a ferramenta necessitava de constante manutenção. Bom, pedi a ele para fazer as contas, e, na verdade, a tal ferramenta própria não agregava valor. Nunca agregou. 
Todas as empresas, especialmente as de TI, tem ferramentas "mágicas" criadas em casa, porém, mesmo agregando valor aparentemente, não geram receita direta e seu valor se dilui com o tempo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário